top of page

DICIONÁRIO ENTRE-TEMPOS

Instalação nos vidros da Biblioteca do SESC Jundiaí

​Arte sonora: Maurício Bortoloto


2022

 

Dani Shirozono e Marcela Monteiro

 

Acervo rotativo

IMG_0360.JPG

vivemos um tempo entre-tempos e não sabemos ao certo quanto tempo isso ainda vai durar. com o avanço da vacinação, começamos a retomar algumas atividades, mas a ansiedade e o medo ainda se fazem presentes em cada interação.  saímos da familiaridade total – às vezes dormente – com as pessoas e espaços, passamos por um longo período de isolamento e ressignificação, e agora chegamos a um local desconhecido, onde as palavras de antes já não bastam para decodificar o presente. 

o que significa "casa", numa realidade onde "casa" e "trabalho" já não constituem uma oposição? ou o que define "coragem", num contexto em que encontrar ânimo para sair da cama representa um desafio às vezes intransponível? não à toa muitas pessoas relatam que têm sentido dificuldade de conversar: as palavras de outrora, como elas eram antes, talvez precisem ser preenchidas por novas experiências e significados.
 
é impossível compreender a história enquanto ela se desdobra e, se há algo que aprendemos no último ano e meio, é que dificilmente vamos chegar a um lugar com definições claras e completamente previsíveis. mas há campos semânticos inteiros sendo gestados a nossa frente, um novo conjunto de significados que pode ser observado, compartilhado e absorvido em toda a sua potência – e em toda a sua promessa também. 
 
"dicionário entre-tempos" é um projeto que nasce desse contexto e tem como principal objetivo levar o público a refletir sobre os novos vocabulários que estamos construindo coletivamente, num mundo em profunda transição. 


fev/2022

Acesse os áudios do projeto aqui.

bottom of page